Empreendedoras se destacam como franqueadas da Hostnet

O Dia Internacional da Mulher e como anda a atuação feminina no mundo dos negócios

A frente de unidades de franquias Hostnet, quatro mulheres desafiam as adversidades e mostram que chegaram para vencer – hoje, no Dia Internacional da Mulher, você vai conhecer Renata, Eliane, Claudia e Michelle. Parafraseando Rita Lee, elas “um belo dia resolveram mudar e fazer tudo o que queriam fazer”, seguiram a intuição feminina, aproveitaram a bagagem profissional e mergulharam de cabeça no mundo da tecnologia e da gestão empresarial. Conciliar carreira empreendedora, família e vida pessoal é possível sim, veja esses exemplos concretos:

Franqueadas da Hostnet

Renata Azevedo – Hostnet Barra da Tijuca – é biomédica, casada e com três filhos (2, 4 e 7 anos). Ela conta que sua carreira no mundo dos negócios começou agora. Antes disso, trabalhava como pesquisadora. “Tem sido uma experiência muito engrandecedora e por enquanto não esbarrei em nenhum obstáculo pessoal”, destaca a franqueada. Para Renata, o principal desafio da mulher no mercado de tecnologia é a desigualdade entre os gêneros. Inúmeros são os reflexos da desigualdade: vagas geralmente são anunciadas para perfis masculinos; mulheres recebem salários menores do que os dos homens ocupando os mesmos cargos; a notável a baixa representatividade feminina em eventos da área, e até mesmo no ambiente familiar as mulheres recebem pouco incentivo para concorrer a carreiras de tecnologia. “Devemos nos arriscar, correr atrás de nossos sonhos e sempre acreditar que somos muito capazes”, esse é o recado da Renata para outras mulheres que tenham o desejo de empreender.

 

Eliane Pereira – Hostnet Centro de Niterói – carioca, designer, jornalista, publicitária e empreendedora. Uma mulher independente e sem filhos, já foi casada, hoje segue sua trajetória em carreira solo quando o assunto é o coração. Uma sólida experiência profissional, de mais de 18 anos, nas áreas de Comunicação e Marketing, exercendo cargos de liderança em empresas como: Banco Icatu; Fininvest; Funenseg e Petrobras, proporcionou a Eliane a oportunidade de desenvolver e executar ações de inbound e outbound marketings com sucesso. Tais experiências ajudaram a desenvolver o seu lado empreendedor devido a liberdade de solucionar problemas de forma criativa e determinada.  Além disso, a franqueada atuou como professora de graduação tecnológica em Design Gráfico, na Faculdade de Tecnologia do Senac-Rio e afirma que isso foi fundamental para aprimorar suas habilidades em design, organização, criação, comunicação e gestão de pessoas. “O meu interesse em empreender na área de Internet foi algo natural, já que eu sempre tive contato com tecnologia, coordenando e desenvolvendo projetos nesta área. Sempre desejei ter meu próprio negócio. Tecnologia é um negócio promissor e traz vários benefícios para o mundo corporativo”

Eliane ressalta que a participação das mulheres tem aumentado na área de TI nos últimos anos, ocupando, inclusive, cargos de liderança. Mas a desigualdade entre gêneros ainda é significativa nas empresas. No Brasil, as mulheres representam apenas 20% dos mais de 580 mil profissionais que atuam no mercado de TI, segundo o IBGE de 2016.  A baixa representatividade das mulheres demonstra que esse mercado ainda precisa romper preconceitos enraizados culturalmente. Como empreendedora, ela acredita que para as mulheres terem maior representatividade de gênero no mercado de tecnologia, seja preciso investir mais em: inclusão, desenvolvimento e liderança feminina, e em processos mais justos e transparentes no mundo corporativo.

 

Claudia Llana Hostnet Flamengo – é bacharel em Ciência da Computação e especialista em Gestão Empresarial e de Pessoas, é casada e tem uma filha de 27 anos (farmacêutica). Claudia é um primor quando o assunto é compartilhar suas experiências e conhecimentos. Sempre teve vontade de empreender, mas faltava coragem para abandonar um emprego que proporcionava uma vida estável. Quando saiu dessa ocupação, resolveu colocar em prática o sonho de ter o seu próprio negócio. Vendedora talentosa, costuma conquistar clientes usando muita psicologia, demonstrando que, de alguma forma, eles estão perdendo mercado por não terem seus negócios na Internet e nas redes sociais. “Eu mostro que eles estão perdendo dinheiro e deixando de lucrar. Apresento meu portfólio, ofereço referências, deixo os clientes se sentirem à vontade para checar as características do negócio que estão prestes a fechar. Mostro as possibilidades que terão de gerar leads e conversões potenciais”, revela a empresária. Cuidar do networking é essencial, Claudia frequenta relevantes eventos da área e conquista, assim, visibilidade e parcerias. Seus clientes surgem do bom e velho “boca a boca”, da trocas de cartões, da indicações de quem já usufrui dos serviços e também do BNI (comunidade de empresários da qual ela faz parte e que visa o fechamento de negócios). A especialista em TI prevê um futuro promissor –  imagina que daqui a quatro anos tenha ainda mais sucesso na área de marketing digital e TI, e maior liberdade financeira para realizar projetos autorais inovadores na área.  

 

Michelle dos Santos – Hostnet Icaraí – a nossa franqueada é gestora de Marketing Digital, casada e mãe de dois filhos; um menino de 16 e uma menina (youtuber mirim) de seis anos. Começou a empreender aos 29 anos e de lá pra cá, não parou mais. A experiência com a franquia Hostnet conferiu novas possibilidades para ela em seu ramo de atuação. “A Hostnet é uma empresa que leva o melhor para os clientes e franqueados. Dessa forma, me sinto mais segura e confiante. Agora, ofereço aos meus clientes o que há de melhor em termos de sistemas, plataformas e ferramentas online”, explica Michelle. No momento, ela se programa para inserir mais um item no leque de opções da Plumo (agência franqueada Hostnet), que é o Curso de Mídias Sociais. Atualmente, ela disponibiliza serviços como: mentoria, consultoria e gestão de redes sociais para clientes. Contudo, o seu objetivo é oferecer um curso online completo direcionado para esse segmento.

Mulheres empreendedoras

Quando a palavra de ordem é empoderamento, uma das variáveis mais fortes dessa equação é o empreendedorismo feminino. Como se fosse fácil, as mulheres, cada vez mais, abraçam uma carreira ativa e dinâmica no mundo dos negócios, sem perder a doçura!

O estudo internacional da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado entre 2017 e 2018, mostra que as mulheres conquistam relevância conduzindo pequenas e médias empresas no Brasil. Contudo, a equiparação entre gêneros ainda é um sonho, mas a presença feminina no mundo dos negócios dá um novo tom ao cenário empresarial. Superando barreiras culturais conservadoras, as mulheres conciliam jornadas: profissionais; pessoais e familiares, e se destacam quando o assunto é assumir riscos e postos de liderança. Tudo isso, sem “descer do salto”!

De acordo com levantamento feito, em 2018, pela REM, a empreendedora brasileira tem em média 39 anos, curso superior, é casada e tem filhos. A maioria decide empreender após a maternidade e o emocional conta muito para essa iniciativa. Elas buscam: trabalhar com o que gostam, flexibilidade de horário, otimização da renda e inspirar outras pessoas.

Veja outros números interessantes:

  • SETOR DE ATUAÇÃO – a maior a concentração de mulheres está em serviços (69%), seguido de comércio (25%) e terceiro setor;
  • FORMALIDADE – 32% são MEIs, 23% micro empresárias e 19% ainda está na informalidade;
  • FATURAMENTO: 46% fatura até 5 mil reais, apenas 4% fatura acima de 50 mil;
  • SOCIEDADE: 60% não tem sócios e 37% empregam apenas mulheres
  • CAPITAL INICIAL: 37% iniciaram seu empreendimento sem capital inicial e também não procuram empréstimos bancários ou de outras fontes
  • OTIMISMO: apesar dos desafios, 86% das mulheres acreditam que 2019 será um ano melhor para os negócios

O Dia Internacional da Mulher

Todos sabemos que o Dia Internacional da Mulher é comemorado, anualmente, em 08 de março. Hoje em dia, empresas, marcas, amigos, familiares e parceiros homenageiam e parabenizam “elas” nessa data, mas nem sempre foi assim. Para conquistar direitos e postos tradicionalmente relacionados ao gênero masculino, muitas mulheres derramaram sangue, suor e lágrimas pelo caminho.

São mais de 100 anos de luta, desde o fato ocorrido em 25 de março de 1911, em Nova York, quando um incêndio na fábrica têxtil Triangle Shirtwaist matou 123 trabalhadoras (e 23 homens) que exerciam suas funções em condições precárias. Esse trágico e desumano episódio marcou a história para sempre e serviu (e serve) como combustível para manifestações, exigência de ambientes de trabalho seguro, carga horária justa e direitos em geral.

Mas porque dia 8 de março?

O Dia Internacional da Mulher celebrado em 8 de março, como conhecemos, começou na Rússia, em 1917, com uma greve de operárias têxteis (olha elas aí de novo) de São Petersburgo. O evento alcançou um porte expressivo (90 mil pessoas) ao ganhar adesão do público que se manifestava contra a guerra, a fome e o governo. E esse foi o estopim para a Revolução Russa que veio a seguir – yes, nós vamos contar essa história todo ano!

A Hostnet homenageia e agradece à todas as mulheres, em especial às que fizeram e fazem parte da empresa; do ramo empreendedor e do mundo da tecnologia! Parabéns!

Links Relacionados:

https://www.hostnet.com.br/blog/o-dia-internacional-da-mulher-e-a-tecnologia-das-ti-girls/

https://www.hostnet.com.br/blog/empresaria-de-salvador-investe-em-loja-virtual-integrada-com-sistema-de-automacao-de-marketing-e-redes-sociais/

https://www.hostnet.com.br/blog/empresaria-investe-em-loja-virtual-de-cosmeticos-e-organiza-suas-operacoes-online/

Deixe um Comentário





Mais Notícias

velocidade-desempenho-sites

O que é cache e como ele ajuda na otimização do site?

diego-alves-walmir-silva-hostnet-santana-sp

Especialista em Marketing e Engenheiro de Software inauguram unidade da Hostnet em Santana, São Paulo

ter-um-site

Primeiros passos para criar um site profissional

Rodrigo-Bernardes-Hostnet-Cascavel-PR

Empreendedor paranaense inaugura unidade da Hostnet em Cascavel

hostcast-2

Assine nossos FEEDS