Curso de SEO Google

Curso de SEO: Fatores de Ranqueamento de Conteúdo no Google – parte 2

No artigo de hoje, vamos abordar a segunda parte do tema Fatores de Ranqueamento com foco no conteúdo. A aula faz parte do segundo módulo do Curso de SEO gratuito, ministrado pelo professor Gustavo Guanabara e pelo diretor da Hostnet, Ramiro Lobo

Caso você ainda não tenha assistido, clique aqui e assista a aula de Fatores de Conteúdo – parte 1

Recapitulando, “Fator de Ranqueamento” nada mais é do que um aspecto de um website que, quando analisado pelo algoritmo do motor de busca, mede a qualidade do site. Se as diretrizes forem seguidas e os fatores forem bem trabalhados, existem mais chances do site ocupar as melhores posições na página de resultados proveniente de uma consulta. Dentre os inúmeros fatores de ranqueamento adotados pelo Google, já falamos ao longo do Curso de SEO sobre fatores de domínio, página e, hoje, seguiremos falando sobre os fatores de conteúdo. 

Fator 9: Repetição de palavras-chave ainda funciona?

Não, isso não funciona mais. É mais interessante usar sinônimos para que o buscador reconheça termos semelhantes relativos ao conteúdo que está sendo abordado. Antigamente, era necessário repetir as palavras-chaves, pois o algoritmo do Google ainda não era capaz de reconhecer os sinônimos. Hoje em dia, ele já possui essa inteligência e privilegia textos mais naturais e agradáveis de ler. 

Ou seja, no lugar da densidade da palavra-chave, o Google adotou como critério a relevância dos termos em uma página. 

Fator 10: Especialidade, autoridade e confiabilidade (EAT)

EAT é a sigla apresentada no documento de Quality Rater Guidelines que o Google usa para sintetizar os principais fatores de avaliação de um conteúdo. 

O Google considera a especialidade, autoridade e confiabilidade do autor do conteúdo quando os assuntos são relacionados às áreas médica, jurídica e financeira para não colocar os usuários em risco através de conteúdos imprecisos. 

Se você estiver trabalhando em projetos das áreas citadas, busque na documentação do Google uma maneira de se identificar como profissional habilitado a falar sobre o tema. 

Fator 11: Profundidade do conteúdo

Artigos profundos, que cobrem diversos pontos de vista sobre um assunto, tendem a conquistar melhores posições no buscador. Quanto mais completo e bem escrito o artigo, maior a relevância que ele terá para os algoritmos do Google. 

Fator 12: Comprimento do conteúdo

A extensão do conteúdo, ou seja, o número de palavras, também influencia na SERP (lista de resultados das pesquisas feitas na Internet). Conteúdos longos costumam ser mais aprofundados e, normalmente, oferecem mais valor aos leitores e, por isso, tendem ocupar as melhores posições. Vale lembrar que a qualidade do conteúdo também é importante, não apenas a extensão.

Conhecer o público-alvo vai ajudar a decidir se vale a pena escrever um artigo longo ou curto. O público jovem, por exemplo, não lida bem com conteúdos muito extensos, daí a necessidade de analisar para desenvolver uma estratégia de comunicação. 

Fator 13: Originalidade do conteúdo

O Google prefere conteúdos originais e tem meios de identificar plágios e cópias. Inclusive, falamos sobre conteúdo duplicado na parte 1 da aula sobre Fatores de Ranqueamento, fator 8

Fator 14: Erros de linguagem

Artigos com erros gramaticais não oferecem uma boa experiência ao leitor, logo, acabam sendo considerados de má qualidade pelos algoritmos, causando o rebaixamento da página na SERP. 

Erros gramaticais não conferem autoridade ao leitor e prejudicam a imagem do empreendimento. Invista em conteúdo de qualidade, o Google sempre privilegia sites que oferecem boa experiência aos usuários. 

Fator 15: Conteúdos mais atualizados

Em algumas situações, as buscam exigem conteúdos recentes. Como exemplo, podemos citar informações sobre o melhor smartphone ou sobre a pandemia. Nestes casos, o Google prioriza conteúdos mais atualizados em detrimento a outros critérios. 

Para ter um conteúdo fresco, você não precisa necessariamente ter publicado a página recentemente, basta fazer atualizações relevantes em páginas antigas. Isso vai ajudar tais conteúdos a ganharem força novamente. 

Fator 16: Frequência das atualizações

Se o Google identificar que as atualizações de uma página são frequentes, ele passa a fazer o rastreamento dela com maior frequência e tende a exibir esse conteúdo na frente de conteúdos desatualizados. 

A frequência de atualização, por si só, não é um fator de ranqueamento segundo o próprio Google. Se você publicar 50 artigos por semana, não significa que o seu blog irá ganhar mais vantagens no ranqueamento. É necessário ter constância e frequência. A qualidade do conteúdo é sempre mais importante. 

Sobre o  Curso de SEO 

A Hostnet e o Curso em Vídeo lançaram em parceria um curso de SEO gratuito. As aulas apresentam conteúdo diversificado com foco na prática. Durante as aulas, são abordadas técnicas e estratégias de SEO para que as pessoas consigam, de fato, melhorar o posicionamento de um site, de uma loja ou de uma landing page nas buscas orgânicas do Google.

O curso é totalmente gratuito, oferecido pelo Curso em Vídeo e patrocinado pela Hostnet. As aulas estão disponíveis no Youtube e vão ao ar toda terça-feira. Clientes Hostnet que assinam o Combo Cloud têm acesso antecipado às aulas na Academia Hostnet

O Módulo 1 possui 19 aula e está completo e os temas abordados foram: 

  • Introdução ao SEO e mecanismos de busca;
  • Técnicas de SEO (durante a construção do site) e estratégias de SEO (geralmente aplicadas depois do site pronto);
  • Fatores de ranqueamento (idade do domínio, performance da página, entre outros);
  • Google Analytics (audiência da página) e Google Search Console (audiência no buscador);
  • Plugins do WordPress, Rank Math e Yoast;
  • Palavras-chave, títulos, links, estrutura de URL, conteúdo e metadados;
  • Meta Description;
  • Performance;
  • Cuidados e recomendações;
  • Checklist para SEO.

e o Módulo 2 está em andamento e os temas abordados serão: 

  • Fatores de Ranqueamento para Conteúdo;
  • Ferramentas de SEO;
  • Estrutura do Conteúdo;
  • Palavras- chaves;
  • Indexação por Localidades;
  • Estratégias de SEO.

Estude conosco! 

Links Relacionados:

Academia Hostnet

Curso em Vídeo

Estudonauta

Hospedagem de Sites WordPress

 

Deixe um Comentário





HOSPEDAGEM DE SITES

ESPECIALIZADA EM WORDPRESS

Mais Lidas

melhores plugins wordpress

Os melhores plugins para WordPress em 2024

franquia hostnet marketing digital

Trabalhe com marketing digital e criação de sites com o apoio da Hostnet

curso-seo-gratis-hostnet-cursoemvideo

Hostnet e Curso em Vídeo oferecem curso gratuito de SEO

hospedagem-sites-barata

Hospedagem de sites barata. Hospedagem de site é tudo igual?

hospedagem wordpress

Combo Cloud: você paga pela hospedagem de site e recebe muito mais

hostcast-2

Assine nossos FEEDS

Hospedagem de sites
para pequenos a grandes negócios