trafego pago

Tráfego pago: o que é e como fazer?

Na luta pela audiência na Web, o objetivo é gerar tráfego no site e redes sociais através de anúncios online, aumentando o número de visitas que possam ser futuramente convertidas em vendas. É importante que essa audiência seja de qualidade e o tráfego seja segmentado. Um bom sinal de que a audiência tem qualidade é quando os visitantes tornam-se leads, os leads tornam-se consumidores e estes retornam mais vezes para consumir o que é oferecido pelo site, passando a ser clientes e propagadores da marca.

Para transformar visitantes em audiência engajada, pessoas que façam visitas recorrentes ao seu site, e até indiquem e defendam a sua marca para os amigos, é necessário muito trabalho. O primeiro passo é “ter a casa arrumada” para atendê-los. Um website atraente que carregue rapidamente, apresente conteúdo relevante, viabilize acessos sem complicações e que tenha o SEO em dia já é uma mão na roda. Tudo ainda pode ficar melhor e para isso acontecer, vamos compartilhar com você, neste artigo, algumas informações e o passo a passo de como criar um anúncio pelo Facebook (Meta). Ações assim encorajam os visitantes a retornarem aos seus sites e aos sites dos seus clientes.

O analista de tráfego

Hoje, quem trabalha como analista de tráfego ganha, em média, um salário de R$ 6.000,00. É um cargo que está com alta demanda no mercado de trabalho brasileiro nos últimos meses. No comparativo entre os meses de outubro de 2021 e setembro de 2022, houve um aumento de 33.33% nas contratações formais com carteira assinada em regime integral de trabalho, segundo dados do site Salário.

O analista de tráfego pode ser um profissional de mídia ou uma pessoa específica para a função. Este profissional é responsável pela interpretação de todos os dados relacionados ao tráfego. Ele pode apresentar insights e informações preciosas que trazem diferentes benefícios. O objetivo deste trabalho é entender melhor o público, otimizar as campanhas e aperfeiçoar a experiência do usuário no site.

Tráfego pago

O tráfego pago envolve investimentos que podem variar entre preço e tempo de aplicação, a partir do momento em que você aciona esse recurso, seu canal – site, blog e/ ou redes sociais – ganha notoriedade de uma forma mais fácil, pois você investiu um valor X na sua ação.

Em busca de um público segmentado, dentro desse sistema monetizado existem algumas ferramentas que se destacam:

Facebook Ads – com ela você pode atingir diversos públicos, utilizando as especificações que desejar, ainda pode escolher o quanto quer investir. Pode remunerar a partir de US$ 1,00 (perfeitamente convertido em Real), até mais de R$ 1 mil, depende somente do seu desejo e aporte financeiro!

Google Ads – sabe quando uma empresa aparece no topo da página de busca ou quando surgem aqueles anúncios enquanto você passeia por um site? Para que isso acontecesse, alguém investiu no Google Ads. Esse tipo de publicidade pode ser em formato de banner ou, também, em formato de textos. O Google Ads é uma excelente ferramenta para quem busca sucesso na Internet e o investimento pode variar. Mas cuidado! Essa “brincadeira” pode custar bem cara, caso você não saiba fazer as configurações ideais.

YouTube – com essa ferramenta de marketing digital, é possível mostrar e falar sobre o seu produto ou serviço a partir de vídeos, seja de modo pago ou não. O uso desse recurso gera mais visitas e conversões.

Instagram ADS – os recursos disponíveis nessa plataforma se baseiam de forma parecida com os do Facebook (afinal, ambos fazem parte da Meta), embora o alvo principal esteja associado a vídeos, textos bem pequenos, hashtags e imagens de produtos ou serviços.

Como você pode ver, não há limites para empreender e ter sucesso com o universo digital.

Como atrair mais tráfego para o seu site

Existem várias formas de conseguir mais visitas. Um meio de alcançar mais pessoas é realizar ações pelo tráfego pago, um exemplo é o Facebook Ads. Aplique parte do seu lucro em formas de aumentar sua lista de e-mails e prospects em geral. Segmente anúncios de acordo com o público-alvo. Analise sempre suas ações e seus resultados.

Antes mesmo de criar o anúncio, é preciso pensar bem e detectar o motivo da sua campanha. Por que deseja lançar a campanha? O que deseja alcançar com ela? O que deseja que o visitante faça ao ler o seu anúncio? Com essas respostas em mente, selecione a segmentação do público, os canais e o posicionamento do chamado publicitário.

Não se preocupe se você nunca usou o Gerenciador de Anúncios do Facebook, esse artigo e o vídeo têm o objetivo de orientar, de forma clara e objetiva, os passos necessários para começar a anunciar.

Categorias e objetivos da Meta

O próprio Gerenciador de Anúncios dividiu 11 objetivos de marketing em três categorias de anúncios. Conheça as categorias:

Categoria Reconhecimento – indicada para quem tem uma marca nova ou está reposicionando uma marca. Se você precisa ser visto, este é o caminho. Por aqui as pessoas saberão quem é você, como um cartão de visita, aproveite para deixar uma boa imagem do seu negócio. Impactar positivamente é a meta! O objetivo desta categoria é gerar conhecimento sobre novas ofertas, fortalecendo a identificação com a  marcas, serviços e produtos.

  • Reconhecimento da marca – mostre seu anúncio para pessoas que têm mais probabilidade de se interessarem por sua marca, são receptivas ao seu produto, perfil e conceitos, dessa forma serão mais capazes de lembrar dela. Use e abuse de vídeos e imagens interessantes e criativas. A primeira impressão é a que fica!
  • Alcance – ao escolher este objetivo, seu anúncio é mostrado para o maior número possível de pessoas dentro do público que você especificar. A ideia é que, quanto mais gente receber o anúncio, mais clientes você vai atrair. Porém, tome cuidado para segmentar bem o público, ou você vai gastar seu orçamento atingindo um número grande de pessoas que nem estão interessadas no que você tem a oferecer.

Categoria Consideração – ideal para quem deseja gerar tráfego para diferentes canais, fomentar leads e fortalecer o engajamento nas redes sociais, direcionando o visitante para a instalação de apps e envio de mensagens. Apresente novidades, conteúdos relevantes, disponibilize entretenimento e informações úteis. Sabendo mais sobre sua marca, serviço ou produto, é mais fácil para o visitante concretizar vendas.

  • Tráfego – nesse objetivo você direciona o público do Facebook para outro lugar, e pode ser site, loja ou aplicativo. Induza o visitante a acessar sua página de cases de sucesso, blog ou usar mais o seu App, por exemplo.
  • Envolvimento – quase todo mundo na Internet gosta de “ganhar biscoito” e os negócios também gostam. Dentro desta realidade a ideia não é massagear o ego e sim obter mais reações, comentários, participações em eventos e, até, aumentar a distribuição de um código promocional. A interação com a marca é o caminho mais promissor, gerando engajamento. O algoritmo distribui o seu anúncio para o seu público-alvo, ou seja, para pessoas mais propensas a se interessarem e interagirem com o seu conteúdo.
  • Instalações do aplicativo – o lugar certo para promover o App da sua empresa. Por aqui, mais pessoas vão baixá-lo após sofrerem algum estímulo inserido no anúncio (pode ser, por exemplo, um desconto na primeira compra de uma loja online).
  • Visualização do vídeo – crie e recorra a vídeos por vários motivos, eles são os bastidores do seu negócio, campanhas, clientes satisfeitos, embalagem de produtos, recebimento e muito mais. Use vídeos para apresentar lançamentos e campanhas de datas comemorativas ou comerciais. Os vídeos postados serão direcionados para pessoas que já tenham o hábito de acessar vídeos na plataforma.
  • Geração de cadastros – hoje em dia, conseguir dados do visitante é a alma de qualquer negócio online. Quando uma pessoa fornece uma informação pessoal (ex: e-mail) ela fortalece o elo com a marca que, a partir desse momento, passa a construir uma relação mais estreita. Para incentivar pessoas a preencherem formulários, ofereça alguma vantagem, como um conteúdo gratuito (um e-book, por exemplo). Os dados captados são valiosos para campanhas e ações posteriores. Use-os com sabedoria!
  • Mensagens – essa modalidade fomenta a interação, permitindo que você responda perguntas ao usuário e ofereça suporte. O caminho é direcionar o internauta para um bate-papo online ou retomar conversas preexistentes com mensagens patrocinadas.

Categoria Conversão – a modalidade reúne objetivos que incentivam as pessoas a se interessar pela empresa para comprar ou usar seu produto ou serviço. Usando o objetivo de tráfego da loja, por exemplo, é possível criar uma campanha para incentivar clientes em potencial a visitar a loja mais próxima. A ideia aqui é criar anúncios capazes de gerar vendas. Afinal, todos querem transformar leads em compradores. Assim, você cria campanhas mais assertivas, que visam gerar conversões, vendas e/ou levar visitantes ao estabelecimento físico do negócio. O objetivo final da ação pode estar fora do Facebook, mas, para que você possa acompanhar o desempenho da campanha, você precisa configurar um pixel do Facebook e, assim, descobrir se as pessoas realmente chegaram na sua meta

  • Conversões – o objetivo é incentivar as pessoas a executar uma ação específica no site da sua empresa, como adicionar itens ao carrinho, baixar seu app, cadastrar-se no site, ligar para a empresa ou fazer uma compra.
  • Vendas do catálogo: também conhecidos como anúncios dinâmicos. Nesta modalidade, você cadastra o seu catálogo de produtos (ou apenas os produtos mais relevantes) e a Meta se encarrega de mostrar a quantidade em estoque e o preço para o público segmentado. Assim, você não precisa fazer um anúncio para cada produto seu, o Facebook exibe o catálogo automaticamente para os clientes em potencial.
  • Tráfego (visitas) ao estabelecimento: Promove os pontos comerciais físicos da sua empresa para pessoas nas imediações. Nem tudo é feito online. Mesmo usando o Facebook para empresas, para algumas marcas o mais importante é receber mais clientes na sua localização física, principalmente em negócios como restaurantes, escolas e clínicas. Com este objetivo, você pode atingir pessoas que estejam em uma localização próxima ao seu negócio e, se você tiver mais de um endereço, pode segmentar o público para cada um deles.

Agora que explicamos um pouquinho sobre os objetivos, já sabe qual escolher para as suas campanhas? Você é livre para criar campanhas com diferentes propósitos. O importante é estar alinhado ao objetivo maior da marca.

A essa altura, é natural que haja dúvidas na hora de configurar o anúncio. Fique tranquilo, nós preparamos uma videoaula para ensinar o passo-a-passo da construção do anúncio para o Facebook. Acompanhe, no vídeo, as recomendações técnicas para criar a sua campanha sem cometer erros e saiba como gerar tráfego pago no Instagram e Facebook. Siga as orientações abaixo e aprenda como montar um anúncio na categoria “Consideração” do Facebook.

O Curso gratuito de Anuncios Online

Gostou das dicas e das videoaulas? Temos um curso gratuito, inteirinho, para te oferecer. Saiba mais sobre “Como gerar tráfego pago” e outros assuntos no Curso Grátis de Anúncio na Internet com o professor Gustavo Guanabara e o diretor de Marketing da Hostnet, Kauê Linden. A dupla já apresentou o curso de Automação de Marketing com Mautic  e vai ensinar as melhores práticas para fazer anúncios no Google, Facebook e outros canais de divulgação de forma estratégica. O curso é disponibilizado pela Hostnet Hospedagem de Sites e pelo Curso em Vídeo.

E que tal ter acesso antecipado a algumas aulas e ver os cursos antes de todo mundo? Os alunos apoiadores do Curso em Vídeo recebem créditos para certificados, acesso a conteúdos extras e a aulas adiantadas. Então, torne-se um APOIADOR do Curso em Vídeo.

Se quiser ir além, acompanhe o nosso curso básico de Marketing Digital, que também é gratuito.

Hostnet e Curso em Vídeo são empresas parceiras em prol da democratização do ensino da Tecnologia da Informação.

Até a próxima!

Links Relacionados – conteúdos que podem ser do seu interesse

Curso Grátis Aprenda a Anunciar na Internet – YouTube

Curso Grátis Aprenda a Anunciar na Internet – EAD Curso em Vídeo para quem deseja obter certificados

Hospedagem de Sites – Faça você mesmo

Criação de Sites – A Hostnet faz para você

Academia Hostnet – Cursos gratuitos e para assinantes do Combo Cloud 

Combo Cloud: você paga pela hospedagem de site e recebe muito mais

Deixe um Comentário





HOSPEDAGEM DE SITES

ESPECIALIZADA EM WORDPRESS

Mais Lidas

planos-hospedagem-hostnet-cloud

Hospedagem de Sites: conheça em detalhes o serviço da Hostnet

melhores plugins wordpress

Os melhores plugins para WordPress em 2024

franquia hostnet marketing digital

Trabalhe com marketing digital e criação de sites com o apoio da Hostnet

curso-seo-gratis-hostnet-cursoemvideo

Hostnet e Curso em Vídeo oferecem curso gratuito de SEO

hospedagem-sites-barata

Hospedagem de sites barata. Hospedagem de site é tudo igual?

hostcast-2

Assine nossos FEEDS

Hospedagem de sites
para pequenos a grandes negócios