Ir para o conteúdo
wordpress

WordPress: mitos e verdades sobre a maior plataforma de criação de sites e lojas virtuais

Descubra se é melhor usar o WordPress ou escrever os próprios códigos do site

É comum, quando alguém está aprendendo a fazer sites em WordPress (WP), ouvir comentários contrários sobre a qualidade do software. Principalmente, vindo de pessoas que usam outras ferramentas ou que acham que site bom é o site feito todo à mão. Um dos assuntos mais questionados em relação à plataforma é a questão da segurança. Nesse post, você vai conhecer uma série de MITOS e VERDADES sobre o WP.

É fato que, na maioria das situações, as críticas são motivadas por interesses particulares ou de empreendimentos. Por isso, até diante desse artigo feito por nós da Hostnet, faça suas próprias análises e construa sua opinião pessoal. O conteúdo que virá a seguir foi pautado nas impressões dos especialistas em TI e professores Ramiro Lobo e Gustavo Guanabara. Então, vamos conhecer mais um pouco do universo do WordPress com essa série de Mitos ou Verdade:

Quem desenvolve em WordPress é porque não sabe programar

DEPENDE – na verdade, você consegue desenvolver até pequenos sistemas com WordPress sem a necessidade de programar. Mas se você vai atender uma empresa que precisa de um site com e-commerce + automação de marketing + CRM integrados e não tem o plugin adequado, este é um caso que vai precisar de uma pequena programação. Mas não há necessidade de programação se já tem uma plataforma pronta para desenvolver o site. Então, a questão não é “não saber” programar e sim “não há a necessidade de programar”. Mas na ausência de um plugin que faça o que o seu cliente deseja, é bom saber programar para atender bem a sua demanda. Inclusive, a maioria dos programadores de PHP gostam de produzir plugins para o WP.

Uma das grandes vantagens, que é uma verdade, do WP é que desenvolver um site com ele é muito mais rápido do que fazendo tudo na mão e rapidamente o profissional termina o projeto e pode se dedicar a outros trabalhos.

O WP, hoje, é a ferramenta que tem o melhor resultado de indexação no Google. Com ele, o desenvolvedor trabalha de maneira mais rápida e eficiente. Sem falar que existem diversos plugins para SEO (search engine optimization) que acompanham as atualizações constantes do buscador. Vale lembrar que um site bonito que ninguém acessa deixa a desejar no rankeamento dos motores busca. Na hora de alcançar um bom posicionamento, o SEO é um diferencial muito relevante.

WordPress é só pra blog

MITO – Ele já foi só para blogs. Hoje, o WP serve pra tudo. Permite fazer blogs, sites institucionais e pessoais, sites de notícias, lojas e outras diversas possibilidades. Depois que surgiu a integração com a API RESTful (interface de programação de aplicações), o WP tornou-se sem limites!

WordPress é só para empresas pequenas

MITO – o WP também atende grandes empresas. Disney, Washington Post, Time e Abril são só algumas das grandes empresas que adotaram o WP para construir os seus websites e portais.

Por ser software livre o WordPress não tem suporte

DEPENDE – existe uma comunidade inteira dando suporte, incluindo fóruns. No mercado existem inúmeros programadores, caso você precise contratar. E a própria Hostnet oferece para os clientes de hospedagem o “suporte premium”; que auxilia em muitas questões como plugins com erro, vírus que não saem e quaisquer outros tipos de dificuldades. Para usufruir do suporte premium, o cliente paga uma taxa mensal e tem direito a uma certo número de solicitações que serão atendidas por uma equipe especializada em WP. A própria WordPress oferece suporte, bem verdade que custa uma pequena fortuna, mas como é voltado para grandes empresas, relativamente nem é um preço tão elevado assim. Fora isso, você encontra no Facebook vários grupos dedicados ao WP, incluindo o da Hostnet que já conta com mais de 20,7 mil membros.

Sem falar da farta documentação sobre WP, em português, disponível na Internet.

É possível criar uma loja virtual e vender coisas com o WordPress

VERDADE – mais de 28% de todas as lojas virtuais do mundo, hoje, são feitas em Woocommerce que nada mais é do que um plugin que transforma o WP em loja virtual.

WordPress é responsivo

DEPENDE – tudo será resultado do tema que você está usando. A escolha certa de plugins e do tema serão determinantes para ter um website responsivo com o WP ou não. Para evitar problemas, dê preferência ao repositório do WP. Existem ofertas na Internet de plugins pagos com valores bem reduzidos, diferentes dos valores normais – estes são plugins, muito provavelmente, piratas. Sabemos que é tentador pagar menos do que o mercado por plugins, mas não serão originais. Não é porque o WP é open source que todos os plugins também são, baixando de graça ou pagando pouco há um enorme risco de haver vírus embutidos. Para evitar surpresas desagradáveis, se está em um momento que não pode ou não quer pagar pelos plugins desejados, baixe as templates gratuitas atuais (todas serão responsivas). O mesmo vale para as que já vêm com o próprio WP. Ser responsivo, hoje, para o Google, é essencial.

Sites em WordPress são facilmente invadidos

DEPENDE – o WP é responsável por mais de 34% dos sites existentes na web, logicamente será um dos preferidos para invasão. E isso ocorre não por ser WP e sim por existir em maior quantidade. Outro acontecimento capaz de deixar o site bem vulnerável é não atualizá-lo com frequência. A atualização (incluindo de plugins, de temas etc.) em dia evita brechas na segurança. Existem ferramentas que fazem essas atualizações de forma automática, para você não precisar atualizar cada software um a um. 

Outras medidas de segurança também ajudam. Para estar menos vulnerável você pode, por exemplo, mudar o endereço do caminho do login e usar senhas mais complexas. Escolha, também, uma empresa confiável para hospedar o site. Até mesmo o computador onde o site é desenvolvido deve contar com uma proteção considerável. Sem esses cuidados, qualquer site, feito com qualquer tipo de plataforma, será invadido. Definitivamente, isso não é uma exclusividade do WP.

Usar temas não permite que eu crie um site exatamente com a cara que meu cliente quer

DEPENDE – do tema que você usar. Existem temas bem fechados, específicos para um nicho e outros mais flexíveis e configuráveis. As possibilidades de personalização também vão depender das ferramentas que você usa. Por exemplo, se você usar o plugin Beaver Themer (com “r” no final), você consegue mudar muitas coisas, praticamente tudo em um tema do Beaver Theme (aqui é sem “r” mesmo). Até com as soluções grátis é possível fazer adaptações consideráveis, mesmo em situações mais difíceis, para isso pode ser usado o Micro Themer (que é um editor visual de CSS).

Sites em WordPress são otimizados para mecanismos de busca como o Google

VERDADE – algumas ferramentas como o Semrush afirmam que o WordPress é a plataforma mais otimizada para os mecanismos de busca. Isso sem falar no auxílio de plugins que amplificam essa característica. Entre eles existem: o Yost Seo e o Hank Math.

É possível criar qualquer tipo de site/serviço usando somente o wordpress

VERDADE – para site institucional e loja virtual é perfeitamente possível. Para projetos mais complexos, adicionando um pouquinho de codificação você consegue um excelente resultado. Já em sites específicos que precisam de um sistema agregado, você pode contar com diversas opções de plugins ou até mesmo um tema com sistema embutido.

Sites criados com WordPress são lentos e pesados

MITO – ele só ficará pesado se instalar plugins demais e adotar características desnecessárias que ocasione lentidão. Use recursos, mas sem exageros. Ficar atento às datas das atualização dos plugins escolhidos também é uma boa. Um plugin com 3 anos sem ser atualizado é perigoso. A classificação das ferramentas também conta, tá na cara que escolher uma com duas estrelas não vai ser a melhor opção, procure as que têm avaliações maiores. Para evitar frustrações, leia o que o plugin oferece, cheque avaliações, quando foi atualizado e confie na sua análise. Ao instalar um plugin, se não era bem o que você queria ou se o site ficou de cara mais lento, desinstale-o e opte por um mais adequado e mais leve. Tente usar os mais populares e certeiros. Mesmo assim, caso seu cliente solicite muitos recursos, alerte-o de que cada plugin a mais, o site fica menos ágil. Caso o cliente insista nas funções em demasia, instale um bom sistema de cash, isso tornará o seu site mais fluido. 

Outro ponto muito importante é ficar atento ao tamanho das imagens que serão colocadas no site. Você não precisa de uma imagem gigante e pesada, nem de uma pequena demais que terá má qualidade. Sempre redimensione as imagens para o tamanho correto.

Curso Gratuito de WordPress

Quer saber e aprender mais sobre o WP? O Curso de WordPress Profissional foi desenvolvido pelo Curso em Vídeo com patrocínio da Hostnet. As aulas são ministradas pelo professor Gustavo Guanabara e pelo diretor de tecnologia da Hostnet Ramiro Lobo, trazendo para o mercado um curso diferente, que além de ensinar a usar a tecnicamente a plataforma WordPress, vai te ensinar a criar sites de forma profissional usando plugins e temas gratuitos e mostrando como definir paletas de cores, fontes, imagens de qualidade e mais. Estude conosco e indique para os seus amigos.

Links Relacionados:

Academia Hostnet – EAD – Curso WordPress Grátis

Curso de WordPress Grártis no Youtube

Curso em Vídeo – EAD do professor Gustavo Guanabara

Hospedagem de Sites WordPress

Combo Cloud Hostnet – a melhor hospedagem de sites WordPress do mercado

Deixe um Comentário





HOSPEDAGEM DE SITES

ESPECIALIZADA EM WORDPRESS

Mais Lidas

guanabara

Cursos gratuitos de tecnologia e marketing digital oferecidos pela Hostnet e Curso em Vídeo

wordpress-cursos-gratis-hospedagem-sites-hostnet

Comunidade WordPress Hostnet reúne 20 mil profissionais e estudantes de tecnologia

hospedagem wordpress

Combo Cloud: você paga pela hospedagem de site e recebe muito mais

hostcast-2

Assine nossos FEEDS

HOSPEDAGEM DE SITES PARA

PEQUENOS E GRANDES NEGÓCIOS

Aprenda a usar o potencial da Internet para lucrar

ebooks grátis

E-BOOKS SOBRE TECNOLOGIAS PARA SITES