Como um Software Livre pode alavancar seus negócios na Internet

O software livre pode potencializar seu negócio de várias formas: cortando custos, adaptando-se melhor às necessidades, reduzindo os problemas por falhas, acelerando as correções, entre outras características. Mas a principal característica do software livre é a sua capacidade de adaptação às necessidades do cliente, fazendo com que você possa focar mais no seu negócio e menos em questões periféricas.

Veremos então alguns exemplos de software livre que podem ser empregados no seu negócio.

Sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS)

Um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (em inglês, Content Management System, ou CMS) é um software criado e usado para gerenciar e publicar conteúdo na Web de uma forma organizada, deixando que ele seja adicionado, alterado e removido facilmente. Os CMS são muito usados para armazenamento, controle, centralização de documentação, entre outros fins. Você pode agregar material como notícias, artigos, manuais de operação, manuais técnicos, guias de vendas e brochuras de marketing. O conteúdo pode incluir arquivos de computador, imagens, áudios, vídeos, documentos eletrônicos e conteúdo Web.

O propósito final de um CMS é tornar essa informação disponível na Internet, e ele provê uma estrutura no qual um site será construído em cima, contendo essa informação. A interface que estabelece contato com o usuário é feita de forma que não é necessário conhecimento aprofundado para usá-lo. Da forma como ele é montado, diversos usuários podem cuidar, cada um de uma parte do conteúdo hospedado.

Aqui temos uma lista de CMS baseados em software livre disponíveis no mercado: Drupal, Plone, Zope, PHPNuke, Joomla, Typo3, B2evolution, ExpressionEngine, Xoops, Mambo, SilverStripe, MODx, dotCMS, Frog CMS, DragonFly, Radiant CMS, concrete5, Contao, Pligg CMS, CMS Made Simple, GoodBarry CMS, LightCMS, Textpattern CMS, Square Space, Movable Type, AxCMS, Contenido CMS, entre outros. Ou seja, a oferta no mercado é bem grande.

Em compensação, CMS que são baseados em softwares proprietários existem, apesar da diversidade ser bem menor. Temos o Microsoft Sharepoint, Volusion, Shopify, AspDotNetStorefront, Telerik, Cushy CMS, entre alguns outros.

Um destaque: O WordPress

O WordPress é seguramente a plataforma de gerenciamento de sites mais famosa do mercado. Com ele, é possível criar, editar e administrar todos os conteúdos de um site, a princípio no formato de um blog. O WordPress conta atualmente com milhares de plugins, que estendem as suas funcionalidades, transformando-o em um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS, ou Content Management System) completo. É possível ter um site ou portal completo sendo gerenciado pelo WordPress. O WordPress também tem milhares de temas disponíveis, o que traz inúmeras opções de personalização do seu site. E a sua estrutura permite que mesmo um usuário sem conhecimentos técnicos de desenvolvimento de sites possa operá-lo sem dificuldades.

Boa parte do sucesso do WordPress reside em sua arquitetura que permite a expansão da sua capacidade com a adição de plug-ins (extensões) e a personalização da sua interface com o uso de temas. A comunidade em torno do WordPress produz inúmeras extensões e incontáveis temas, de forma que as possibilidades beiram o infinito.

Agora, é necessário vermos as características de cada modelo de CMS, tanto os baseados em software livre quanto os baseados em software proprietário. Vamos então:

Características dos CMS baseados em software proprietário

  • Suporte: CMS baseados em software proprietário vendem suporte. Pode ser interessante ter esse serviço dedicado sempre disponível, mas lembre-se que há um custo extra, a forma de uma assinatura com certa periodicidade, seja mensal, semestral ou anual. E isto pode pesar no orçamento.
  • Segurança: Alguns acreditam que um CMS baseado em software proprietário é mais seguro, devido a poucos terem acesso ao seu código-fonte (segurança por obscuridade). Fornecedores desses CMS não revelam aos seus clientes a quantidade de testes que eles fizeram Ou seja, é necessária uma relação de confiança entre o cliente e o fornecedor, de que ele é capaz de encontrar e corrigir erros de uma forma consistente e rápida.
  • Custo: A menos que o fornecedor seja especializado, o acesso restrito ao código-fonte levará a uma falta de experiência dos desenvolvedores. Muitas vezes, módulos adicionais e a personalização do ambiente levará a custos mais elevados.

Características dos CMS baseados em software livre

  • Suporte: Os CMS baseados em software livre tem o respaldo de uma comunidade de usuários e desenvolvedores. Isto significa que a informação é fácil de encontrar e eventuais problemas podem ser examinados por um grande número de pessoas. Usar um CMS que tenha uma grande e ativa comunidade de usuários é sempre uma boa opção. Assim, desenvolvedores e designers estarão garantindo que o código-fonte está bem escrito e o software está atualizado e é fácil de usar. Também é possível contratar um serviço de suporte caso queira, mas com custos mais baixos do que no caso dos CMS baseados em software proprietário, pois existem mais de uma empresa prestando esse serviço, que irão se destacar fornecendo o melhor serviço pelo menor preço.
  • Segurança: As maiores comunidades em torno dos CMS baseados em software livre são formadas por centenas de milhares de pessoas, entre desenvolvedores e programadores, colaborando, monitorando e garantindo a força da plataforma. Ameaças são mais rapidamente debeladas (conforme enunciado pela Lei de Linus, citada anteriormente) e reparadas. Claro que módulos e extensões menores e mais personalizados podem eventualmente representar ameaças se não forem adequadamente monitorados e testados pelo desenvolvedor. Por isso, se a opção for um CMS baseado em software livre que tenha uma comunidade de desenvolvedores forte e uma parceria com uma empresa que fornece suporte, segurança não será realmente um problema. Vale lembrar que órgãos como a Casa Branca, a CIA, o FBI e o Governo Brasileiro usam CMS baseados em software livre: A Casa Branca usa Drupal, e os outros usam Plone.
  • Custo: CMS baseados em software livre tem quase sempre custo zero. Você não é obrigado a adquirir uma licença de uso para este software, simplesmente você copia ele e usa. Claro que custos como hospedagem, domínio e design do site continuam existindo.
  • Personalização: Como os CMS baseados em software livre são respaldados por grandes comunidades de desenvolvedores, existem inúmeras opções para a personalização e extensões que podem ser ajustados para se adequar às suas necessidades. As opções são virtualmente infindáveis.

O que podemos concluir sobre CMS?

A liberdade que o software livre fornece, não tem preço. A flexibilidade, a segurança e o custo fazem com que compense e muito usar CMS baseados em software livre. Em contrapartida, CMS baseados em software proprietário engessam quem desenvolve e quem usa, limitando a sua ação, inclusive no caso de uma eventual migração para um CMS baseado em software livre: Se não estiver discriminado em contrato, o provedor pode não lhe fornecer o HTML, o CSS, as imagens e o banco de dados que compõem o seu site. Logo, trocar de CMS pode ser difícil ou virtualmente impossível, ao vir de um CMS baseado em software proprietário.

Este artigo faz parte do E-book "Potencialize seu negócio com ferramentas  livres". Baixe gratuitamente e tenha acesso ao material completo: http://hostnet.com/ebookferramentaslivres

Links Relacionados: 

https://www.hostnet.com.br/

https://www.hostnet.com.br/blog/diferenca-entre-software-livre-e-software-proprietario/

https://www.hostnet.com.br/ebook/

https://www.hostnet.com.br/site-pronto/

https://www.hostnet.com.br/loja-pronta/

Deixe um Comentário





Mais Notícias

criar-loja-virtual

Vendas na internet no Brasil devem dobrar até 2021

criacao-de-sites-profissionais

Como ampliar meus negócios na internet para obter resultados?

desenvolvimento-aplicativo-celular-profissional

Desenvolvimento de app para celular vira oportunidade de lucratividade para empresas

automacao-de-marketing-hostnet

Automação de marketing vira oportunidade para gerar vendas

hostcast-2

Assine nossos FEEDS