as páginas do Drupal são compostas de blocos, que são trechos de informação que são apresentados nas regiões do site. Portanto, vamos inicialmente montar o que vamos querer que apareça no nosso site. Siga estes passos:

    1. Entre na área administrativa da página inicial do seu domínio, que é http://[seu domínio]/admin. Como você pode ver na imagem abaixo, temos dois grandes painéis com links na parte central da página.
    2. Você deverá clicar na opção Blocos, que está no painel à direita, cujo título é Construção do Site:
    3. Com isso, você irá para uma nova página, onde você poderá configurar o que cada bloco conterá. Como você pode ver na imagem abaixo, existem áreas tracejadas na página. Lembra-se de quando dissemos que uma das facilidades do Drupal é a sua interface unificada, onde visualização e edição de página é a mesma coisa? Então, essas áreas tracejadas são as regiões, onde você poderá colocar o elemento que você quiser. Como? Arrastando o bloco para a região desejada.

      1. Repare nas regiões à direita e à esquerda, chamadas “Barra lateral esquerda” e “Barra lateral direita”. Ela é uma região, e pode ser ocupada por blocos. No momento, a barra lateral esquerda está ocupada por dois blocos: Login do usuário e Navegação. Para você mudar qualquer uma de região, basta você clicar no ícone em forma de cruz (com 4 setas), e arrastá-la para outra região. Se você preferir, você pode clicar no menu que está na coluna Região, e selecionar qual região que você tem interesse que aquele bloco apareça. Por exemplo, você pode mover o bloco “Links interessantes” para a barra lateral esquerda.
      2. Por vezes, você vai ter interesse em mexer na configuração do bloco. Talvez você queira personalizar, usando um outro nome para o bloco, ou alterar algum parâmetro para ficar mais ao seu gosto. Para isso, temos a terceira coluna, Operações, onde temos a opção Configurar disponível. Basta clicar nela:

No nosso exemplo, clicamos em Configurar para o bloco Links Interessantes. Logo teremos a seguinte tela:

  • Nessa tela, podemos configurar as características do bloco, como:
    1. Descrição do bloco, onde você pode mudar a descrição que o bloco terá ao visulizá-lo na página administrativa.
    2. Título do bloco, onde você pode definir o título que aparecerá para o usuário.
    3. Corpo do bloco, onde você pode editar o que irá aparecer no bloco. No exemplo dos links interessantes que estamos vendo, você pode ali colocar os links que você quer que apareçam no bloco.
    4. Formato de entrada, onde, no caso desse bloco específico, é relacionado ao código HTML inserido na caixa Corpo do bloco.
    5. Configurações de visibilidade por usuário, onde é possível escolher como será a interação do usuário com esse bloco. Caso lhe interesse, você pode permitir que o usuário do site desative esse bloco, por exemplo.
    6. Configurações de visibilidade no papel dos usuários, onde é possível selecionar que tipos de usuários podem ver esse bloco. O Drupal tem alguns tipos de usuários, conforme falamos antes. Logo, caso você queira, somente uma categoria de usuários (anônimos ou autenticados) podem ver esse bloco.]
    7. Configurações de visibilidade da página, onde você define em que páginas esse bloco pode aparecer.

Vale ressaltar que as opções 4 a 7 são comuns a todos os blocos.

Caso você queira desativar algum bloco, basta mover o bloco para a região Desativado, ou na coluna Região, colocar como Desativado.

Explicando os blocos

Vamos entender para o que serve cada bloco disponível. O Drupal permite que você adicione os seguintes blocos:

  1. Login do usuário: Bloco onde é possível colocar o login do usuário e a senha, para que ele possa ter acesso à área restrita.
  2. Navegação: Bloco onde temos o menu interativo principal do Drupal, onde você tem acesso à área administrativa do site. Aqui você pode, por exemplo, lidar com a construção do site: blocos, menus, temas, módulos, etc., entre outras opções. Ela funciona como um atalho para quem está administrando um site, para não ter que voltar à página principal. No caso dos usuários anônimos, esse menu não aparece disponível.
  3. Sites sugeridos ao usuário: Bloco onde o administrador do site pode colocar disponível para o visitante do seu site um conjunto de links para outros sites, relacionados ou não ao assunto do site em questão.
  4. Feeds: Um feed RSS é uma maneira diferente da usual de um usuário interagir com um site: Através de um feed RSS e um programa agregador, um usuário pode “assinar” um site, e conforme novas notícias são colocadas, esse usuário pode lê-las, a partir do software agregador. Mas não há um consenso quanto ao seu uso:
    • Alguns sites não oferecem feeds RSS, por ter medo de tirarem a visibilidade do seu site, e com isso perder receita advinda de propaganda exposta;
    • Outros oferecem feeds das notícias, mas apenas uma parte delas. Dessa forma, o usuário interessado em lê-las, deve ir até o seu site para ler a notícia completa;
    • Há ainda aqueles que fornecem feeds RSS das notícias completas, e a visita dos usuários apenas se dá para tecer comentários nas notícias.

Logo, vemos que isso varia de acordo com o gosto de cada administrador de site.

  1. Comentários recentes: Bloco onde os comentários mais recentes, feitos pelos usuários, são relacionados por ordem de ocorrência.
  2. Menu primário: Bloco usado para mostrar as seções principais de um site. Note que as seções não são blocos. Esse menu pode ser, por exemplo, um conjunto de abas no topo da página.
  3. Menu secundário: Bloco usado para apontar para seções menos relevantes do site, como por exemplo, página com aviso legal, detalhes de contato, sobre o site, e outras seções que desempenham um papel menor em relação ao menu primário.
  4. Novos membros: Bloco que pode ser usado para relacionar os novos usuários cadastrados no seu site, isto é, se o seu site faz uso do cadastramento de usuários, por qualquer motivo.
  5. Quem está online: Bloco que relaciona todos os usuários que estão conectados ao seu site nesse momento. Logo, se um usuário criado para uma pessoa está em uso (ou seja, fez uso do bloco “Login do usuário”), acessando o seu site como um usuário autenticado, então ele será relacionado na lista criada por esse bloco.
  6. Seletor de idioma: Bloco que permite ao usuário fazer a escolha do idioma do site. Vale lembrar que a tradução não é automática: O administrador deve fornecer as versões do site nos idiomas que desejar. O usuário pode então trocar entre o(s) idioma(s) apresentados.
  7. Desenvolvido com Drupal: Bloco que identifica que o site foi desenvolvido fazendo uso do Drupal, ficando a cargo do administrador colocar essa identificação ou não.

Agora, com essa explicação a respeito dos blocos, podemos começar a montar nosso site.

Páginas Relacionadas