Hospedar o site em provedor brasileiro ou em provedor gringo?

Existe um mito, infelizmente espalhado por muitos no nosso país, de que tudo o que vem do exterior é melhor. O cronista Nelson Rodrigues sintetizou em uma expressão todo esse sentimento: o complexo de vira-lata. Esta afirmação xenófila está muito longe da verdade. Existem profissionais capazes em todos os países, e no Brasil não é diferente. Existem muitos profissionais de web, de redes e de TI em geral muito capacitados, e que aliados à criatividade natural brasileira, destacam-se no Brasil e no exterior. Não há o que temer, no quesito capacidade.

Há também o fator preço. Muitos alegam que hospedar sites no exterior é mais barato. Muitas vezes, realmente é mais em conta. Mas também é comum as pessoas observarem apenas o valor final da hospedagem, partindo do pressuposto que as condições ideais sempre se manterão: O servidor nunca terá problemas, o site nunca será invadido ou “pichado”, o provedor de hospedagem nunca sofrerá ataques de negação de serviço, o backup sempre será feito em dia…

E se não for? Toda a infraestrutura de TI de um provedor de hospedagem tem um custo de manutenção, que não é baixo: equipes de suporte e de resposta a incidentes preparadas para resolver problemas; equipamentos de reserva para caso algum falhe; mão de obra capacitada e pronta para atendimento. E ainda temos que contar o custo das licenças de software proprietário, caso sejam usados. Se os servidores usarem software livre, melhor. Mas há um custo para o suporte a esse software livre instalado.

Mas o que isto tem a ver com o Brasil? Tudo!  Provedores de hospedagem no exterior podem usar mão de obra mais cara, o que encarece o custo do serviço prestado e o preço final.

Existem provedores de hospedagem que não oferecem serviços básicos como backup, por exemplo: Se acontece uma pane e o conteúdo de um disco rígido é perdido, o problema não é deles. Está lá no contrato, eles não se responsabilizam pelo conteúdo hospedado. Se seu site sofreu uma invasão e está contaminado com vírus, não é responsabilidade deles: Você é que terá que fazer algo a respeito. E por aí vai.

Raramente provedores de hospedagem no exterior oferecem equipes de atendimento, suporte e resposta a incidentes que falem o mesmo idioma do contratante. A comunicação é ainda mais complicada, e devido aos custos de uma ligação telefônica internacional, esse contato é somente por e-mail.

Muitos grandes provedores oferecem hospedagem na nuvem, com sistemas de cobrança que tem controle refinado, onde você paga exatamente pelo que você usa naquele mês, o que pode ser um problema sério.
Devido a esse controle refinado, o valor pago a cada mês muda. Pode ser menor (o que é bom), mas devido a uma situação que foge do controle, pode ser maior(ou bem maior). E é bom trabalhar com previsibilidade, saber qual será o valor da sua conta no próximo mês, e com antecedência se planejar para quando vier um aumento.

O sistema para cálculo dos custos é muito refinado e preciso, mas também complexo e difícil de dominar. Logo, requer um aprendizado longo e penoso de como tudo funciona, e é difícil estimar exatamente os valores pagos naquele mês – quanto mais nos meses seguintes.

E por último, pagar para um serviço prestado no Brasil faz a economia girar no Brasil. O dinheiro pago estimula a economia local, fornece empregos e capacita profissionais locais.

Finalmente, é bom deixar claro que a opção de hospedar no Brasil não pode ser resumida como uma questão de ser nacionalista ou não, é principalmente uma questão de economia e praticidade. Afinal, ninguém quer correr riscos de perder seus dados, sejam eles hospedados aqui ou lá fora. Mas é certo de que aqui no Brasil tem vantagens claras.

Este artigo faz parte do nosso e-book “Hospedagem de Sites não é tudo igual” e você poder ter acesso gratuitamente ao conteúdo na íntegra. Clique na imagem abaixo para baixar o material.

Links Relacionados: 

https://www.hostnet.com.br/

https://www.hostnet.com.br/ebook/

https://www.hostnet.com.br/site-pronto/

https://www.hostnet.com.br/loja-pronta/

Deixe um Comentário





Mais Notícias

tenha um site para lucrar na internet

Você usa o potencial da internet para lucrar?

blog-casos-de-sucesso2

Case: Hostnet Campinas e Center Móveis

criar-loja-virtual

Vendas na internet no Brasil devem dobrar até 2021

criacao-de-sites-profissionais

Como ampliar meus negócios na internet para obter resultados?

hostcast-2

Assine nossos FEEDS