Se você possui um site em WordPress, é possível que você encontre o 500 Internal Server Error ou Erro Interno do Servidor 500.

OBS: Esse erro não é exclusivo do WordPress e pode acontecer em qualquer website, mas nossa solução é voltada para o WordPress.

A primeira coisa que precisa saber sobre esse erro é que ele não elimina conteúdo criado, trata-se de um erro comum que tira o site do ar.

Internal Server Error‘ não é especifico do WordPress e devido ao fato que ele pode ser gerado de diversas formas, ele não apresenta mensagem de erro específica. Pedir para alguém resolver o seu problema com Erro 500 é como se você perguntasse para um Médico como resolver a dor sem dizer a ele aonde ela está localizada.

As principais causas prováveis para um Erro Interno do Servidor no WordPress que nós conhecemos são: Arquivos .htaccess corrompidos, plugins com problemas, alguma funcionalidade de um tema, limite de memoria PHP entre outras coisas.

Vamos explicar alguns procedimentos simples que você mesmo pode fazer a fim de resolver o problema.

Arquivos .htaccess

A primeira coisa que você deve fazer quando surgir o erro é verificar por um arquivo .htaccess em seu servidor. Vamos aos passos:

  1. Acesse seu FTP;
  2. Vá para a pasta onde está a instalação do seu WordPress;
  3. Renomeie seu arquivo .htaccess (exemplo .htaccess_old).

Feitos estes passos, tente carregar seu site e ver se o problema foi resolvido. Caso o problema tenha sido corrigido, acesse a administração de seu WordPress, vá em Configurações > Links Permanentes e clique no botão de salvar. Isso irá gerar um novo arquivo .htaccess para você com as regras de re-escritas apropriadas para seu WordPress

Desativando Todos os Plugins

Se o .htaccess não tiver funcionado no seu caso, é provável que este erro esteja sendo causado por algum plugin. Também pode ser causado pela combinação de plugins que não estão jogando bem um com o outro. Infelizmente, não existe uma maneira fácil de descobrir o problema. Você precisa desativar TODOS os plugins no seu WordPress de uma vez e testar. Se o site voltar a funcionar, você já sabe que o problema está em algum plugin.

A desativação não poderá ser feita pelo Painel Administrativo, portanto vamos explicar o procedimento a ser feito via FTP:

  1. Acesse seu FTP;
  2. Vá para a pasta onde está a instalação do seu WordPress;
  3. Acesse a pasta “wp-content”;
  4. Acesse a pasta “plugins”;
  5. Renomeie todos os plugins incluindo “-teste” após o nome;

Se o site voltar a funcionar, você vai precisar saber qual plugin causa o problema, portanto, volte ao FTP e renomeie um por um novamente. A cada novo plugin renomeado você precisa testar o site até você encontrar o que estava causando o problema. Livre-se desse plugin.

Re-enviando Arquivos do Core

Se a opção do plugin não resolver o problema do erro, então vale a pena re-enviar as pastas “wp-admin” e “wp-includes” de uma nova instalação do WordPress. Isso NÂO irá remover qualquer informação, mas pode resolver o problema com algum arquivo que se corrompeu em algum momento durante seu trabalho no WordPress.

Provedor de Hospedagem WordPress

Se nada funcionar, então você precisa entrar em contato com o seu servidor de hospedagem, pois o problema pode ser originado de algo mais técnico, como por exemplo o site ter ultrapassado o limite Memória PHP. Então nesse caso, cada provedor de hospedagem tem a sua forma de tratar o problema.