Um site pesado, que demora para carregar e mal otimizado pode sobrecarregar o servidor de hospedagem e deixar o seu site lento e até mesmo fora do ar.

Por isso é muito importante usar boas práticas de otimização, sistemas de cache e removas os scripts desnecessários. Utilize ferramentas para medir o desempenho e velocidade do seu site em diferentes dispositivos.

A velocidade influencia nos resultados do site?

Em 2010 o Google anunciou que o tempo de carregamento de uma página era um dos seus mais de 200 fatores de rankeamento. Isso significa que o tempo que seu site leva para carregar em relação aos de seus concorrentes é um dos pontos influenciadores do posicionamento orgânico dos sites na página de resultados, portanto impacta diretamente em SEO. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Backlinko, sites mais lentos são penalizados.

Além de ser um dos fatores de rankeamento orgânico do Google, a velocidade do site também influencia na experiência dos usuários e nos seus resultados, conforme os dados abaixo:

  1. Cada 1 segundo a mais no carregamento de uma página gera queda de 11% nas visualizações de página e 16% na satisfação dos clientes, de acordo com o Aberdeen Group;Segundo pesquisa da Kissmetrics,
  2. 40% dos visitantes abandonam páginas que levam mais de 3 segundos para carregar e cada 1 segundo a mais no tempo de carregamento do site reduz em 7% as conversões;
  3. 88% dos usuários que tiveram uma experiência ruim ao acessar um site devido a velocidade de carregamento são menos propensos a comprar nele e mais de um terço desses usuários vai compartilhar a experiência ruim com os amigos, revelou uma pesquisa da Econsultancy.
  4. 85% dos usuários de dispositivos móveis esperam que a página carregue pelo menos na mesma velocidade do desktop, segundo o Web Performance Today.

Agora que já sabemos que a velocidade do site interfere no engajamento dos visitantes, na taxa de conversão e também no seu posicionamento orgânico, vamos ver como testar seu carregamento para começarmos a otimização!

Como testar a velocidade do site?

Atualmente temos várias ferramentas gratuitas em que é possível testar o tempo de carregamento de uma página. Também é possível ver um diagnóstico com o levantamento de problemas e avisos para saber como otimizá-la. As ferramentas mais utilizadas são:

O PageSpeed por exemplo tem uma página que explica cada ponto que pode ser tratado.

Veja em:  https://developers.google.com/speed/docs/insights/rules?hl=pt-br

Dicas para melhorar o desempenho do seu Site

  1. Torne o seu site mais leve. Isto significa remover código HTML desnecessário, desativar plug-ins do CMS que não estão sendo usados e coloque apenas conteúdo que seja realmente necessário.
  2. Otimize as imagens. É possível diminuir drasticamente o tamanho das imagens manipulando alguns fatores, como resolução e número de cores.
  3. Otimize o banco de dados. Alguns bancos de dados permitem que suas tabelas sejam otimizadas. Isso permitirá tratar as requisições mais rapidamente.
  4. Escolha um tema simples, mas funcional. Um tema muito complexo traz muitos arquivos CSS, Javascript e HTML, o que deverá ser processado pelo navegador do cliente. Quanto maior, mais tempo gastará para todo esse processo.
  5. Atualize os serviços usados pelo site para versões mais novas. Versões mais novas do CMS usado, do banco de dados e da linguagem de programação tem correções para falhas e otimizações para melhora de desempenho.
  6. Uso de cache como prática do site. O cache permite que o servidor opere mais rapidamente, entregando cópias já prontas das páginas mais comuns, sem ter que renderizá-las novamente.
  7. Uso de serviços como CDN. Um CDN (Content Distribution Network) permite que seu site esteja hospedado em vários servidores, geograficamente espalhados. Aquele que estiver a menos nós de distância do visitante, será ele que responderá à requisição.
  8. Otimize seu site para dispositivos móveis. Hoje em dia, a maior parte do tráfego de Internet partem de dispositivos móveis, como smartphones. Existem plug-ins que otimizam os sites para serem mais facilmente visualizados em dispositivos móveis.
  9. Faça ajustes para que os robôs de busca trabalhem mais rápido. Os robôs de busca, ou web crawlers, navegam pela Internet em busca de conteúdo para ser indexado e exibido nos mecanismos de busca. Acontece que eles fazem muitas requisições aos sites, o que geram mais atividades no site e no servidor – e isso interfere na velocidade do site. Uma maneira é limitar quantas requisições o robô realiza. E isso é feito no arquivo robots.txt, que fica na pasta raiz da hospedagem.
  10. Use ferramentas para análise de desempenho de sites. Existem vários sites na Internet que se propõem a analisar o site, para procurar falhas de segurança e propor soluções para otimização do mesmo. Use-as e siga as suas orientações.

Tempo de resposta do Servidor

O tempo de resposta do servidor é o tempo medido entre o momento em que a conexão é estabelecida com o site, até o HTML ser retornado para o navegador. Em outras palavras, ele é o tempo que o servidor leva para montar uma página e enviá-la para o cliente.

Sendo assim, basicamente tudo o que é feito pelo site contribui para aumentar esse tempo: queries lentas, plugins pesados, site sem cache, e também a quantidade de vCPU contratada, já que é preciso processamento para montar um site dinâmico, e quanto mais pesado o site, mais processamento é necessário.

A maneira mais simples de melhorar esse tempo é utilizar um bom plugin de cache, além de desinstalar quaisquer plugins que não estejam em uso. Plugins que combinam CSS e Javascript em um único arquivo também podem ajudar.

Melhore seu WordPress

WordPress é o gerenciador de Sites mais usados na internet, por isso temos uma página dedicada só para ele, com muitas dicas de otimização.

https://www.hostnet.com.br/info/melhore-o-desempenho-do-seu-wordpress/

Páginas Relacionadas