Skip to content

Brasileros aderem às compras pela web

Você compra pela web? Provavelmente sim, já fez isso pelo menos uma vez na sua vida. É o que aponta a pesquisa divulgada pela E-bit (empresa especializada em informações do comércio eletrônico).

Em 2013, o número de pessoas que compraram pela internet chegou a 9,1 milhões. Boa parte comprou online pela primeira vez, elevando o número de consumidores únicos – que, ao menos uma vez, já utilizaram a internet para adquirir algum produto – para 51,3 milhões. Esses números fazem parte da 29ª edição do Webshoppers, divulgado em março desse ano.

 Positivo

O mapeamento do comercio eletrônico no Brasil mostrou dados interessantes sobre 2013, ano em que o setor cresceu 28%, e apresentou um faturamento de R$ 28,8 bilhões. Mesmo com a inflação acima do previsto, o número de pedidos aumentou 32% e atingiu um total de 88,3 milhões:

  • Black Friday – um plus muito importante no mercado nacional. Na edição de 2013, movimentou R$ 770 milhões em um único dia. O dia de ofertas online e  a popularização da banda larga móvel foram os principais fatores que contribuiram para este montante arrecadado;

  • A força do mobile commerce. Em janeiro de 2013, a modalidade correspondia a 2,5% de todas as vendas online. Em dezembro, já representava 4,8%. A tendência é que as vendas através de dispositivos móveis cresçam ao longo do ano.

  • Quem vendeu mais – a categoria “Moda & Acessórios” foi a campeã, seguida por  “Cosméticos e Perfumaria/ Cuidados Pessoais/ Saúde”, “Eletrodomésticos”, “Livros/ Assinaturas e Revistas”, “Informática”, “Telefonia/ Celulares”, “Casa e Decoração”, “Eletrônicos”, “Esporte e Lazer” e “Brinquedos e Games”, respectivamente.

 Negativo

  • O tíquete médio teve uma queda de 4,4% e ficou em R$ 327. Isso também demonstra o crescimento da participação de categorias com poder aquisitivo menor.

  • Diminuiu a oferta de frete grátis. Em dezembro de 2012, as entregas gratuitas correspondiam a 58%. Um ano depois, essa taxa caiu para 50%.  O chamariz da gratuidade já não é tão necessário, e o pagamento pelo serviço permite agilidade e precisão maior na entrega. Além de mais opções de frete, de acordo com os preços.

 As expectativas para 2014 são promissoras e podem ser conferidas em: http://www.ebit.com.br/webshoppers

Deixe um Comentário





Mais Notícias

manutencao-site-hostnet

Acerte na escolha da plataforma da sua loja virtual

curso de wordpress

Curso de WordPress: instalando manualmente o WordPress

autoamcao-marketing-mautic-hostnet

[Webinar] Demonstração de Automação de Marketing com Mautic

curso-wordpress-05

Curso de WordPress: Instalação Local no Computador

hostcast-2

Assine nossos FEEDS